Não interessa aos libertários saber quantos são, pois nas suas hostes não se recrutam agentes do poder e muito menos se atribuem números aos militantes. (carlos fonseca)

"Sou um bug ou dois na minha vida". (lena berardo)

sábado, 14 de maio de 2011

Lá estou eu a praguejar... e a perder o fio à meada

Que raio será uma "relação aberta" de que tanto se fala no facebook?
Será uma relação onde se entra e sai? Tipo, agora gosto de ti mas daqui a pouco já não gosto. Ou agora gosto de ti mas daqui a pouco gosto de outra? Ou agora gosto de ti mas preciso de espaço (gosto muito desta cena do espaço)?
Não seria melhor dizer que não se tem relação? Ou quer dizer que é com aquela/e que se dão umas quecas fixas e com as outras ou outros se dão umas voltas? Uma relação aberta é daquele tipo "amigos coloridos"? Uma relação aberta é eu sou teu e tu és minha mas eu e tu podemos ir ali ter outras relações com outras pessoas? Não tem limite de pessoas?
Porque se faz tanta questão em "ter" uma relação? Aberta ou fechada...
Porque é tão importante o sentimento de posse?
Isso não é escravatura? Ou ter uma "relação aberta" quer dizer que se está "muitá frente".
Relações abertas ou medo de assumir algo tão condenado por preconceitos e que se chama liberdade sexual? É o Amor livre dos anos sessenta?
Eu já tive relações e segundo me parece, pela dedução que ando aqui a fazer, até posso dizer que foram todas fechadas. Da minha parte pelo menos...
Neste momento percebo porque não continuo com nenhuma delas. Não consigo ser dona de ninguém mas também não gosto nada de partilhar.
(Os meus sentimentos intímos não são parte integrante do facebook.)O que me preocupa é que me parece que já não há amor sendo apenas uma questão sexual já que amor é um sentimento em desuso. O pessoal anda muito egoísta.
Nos últimos anos (3+/-) as abordagens que me fazem passam todas pelo meu aspecto físico e nunca o intelectual (com excepção de uma). Mas esse também andava baralhado e eu suspeito que ele nunca quis assumir as suas tendências sexuais.
O corpo...
Ontem num filme ouvi contar uma das técnicas usadas para se "agarrar" um homem. A técnca passava pela rejeição das mulheres aos homens, naquela espécie de dança que se chama "vou fingir que não te quero", ou seja "vou fazer-me difícil". Eis se não quando elas (nós, porque eu também sou uma delas, apesar de não me ver aqui muito bem...) dizem que sim e pimba! Já está "agarradíssimo".
E para quê? Para ter que haver comida, roupa, casa arrumada todos os dias do mês com dia e hora?
É engraçado que os homens querem as mulheres por desejo carnal e pronto, mais nada a dizer. As mulheres se usam o corpo porque querem os homens já os estão a "agarrar".
Relação aberta deveria chamar-se "tenho sexo de vez em quando com uma pessoa específica" e não sempre com essa. Porque se não chama-se namorada/o.
E namorada/o precisa-se??

10 comentários:

Nemo Luso aterrado! disse...

Olha, olha! Hoje foste tu a acordar com os azeites?! eheh :)

joaninha versus escaravelho disse...

Foi ontem À noite. É do sono... :)

LN disse...

Oh tanto preconceito! Oh Facebook não é deste mundo.

joaninha versus escaravelho disse...

Não há remédio... Aquilo que eu escrevo e aquilo que tu lês tem uma diferença abismal.
Quem é de outro mundo sou eu.
Vou tentar explicar-te: Não concebo relações abertas ou fechadas. Ou há relações ou não há. É no serem casuais ou usuais que reside a diferença.

LN disse...

Não tem nada... tu é que generalizaste em demasia. O preconceito é mais sobre a última parte do texto.

Quer ser minha amiga no facebook? Gostava que fosses: http://www.facebook.com/profile.php?id=100002398892917

:)

joaninha versus escaravelho disse...

Preconceitos só depois das 5h. Antes não tenho tempo.

Amigos no FB? Mas aquilo é do outro mundo...

LN disse...

Até agora não há nenhuma prova científica de que as pessoas não possam ser amigas em outros mundos... portanto, fica ao seu critério e gosto pessoal.

joaninha versus escaravelho disse...

Conheces aquele ditado: À primeira todos caem. À segunda só cai quem quer"?

LN disse...

Pronto, odeia-me. :)

joaninha versus escaravelho disse...

No meu facebook só tenho pessoas que conheço pessoalmente e não todas.