Não interessa aos libertários saber quantos são, pois nas suas hostes não se recrutam agentes do poder e muito menos se atribuem números aos militantes. (carlos fonseca)

"Sou um bug ou dois na minha vida". (lena berardo)

sábado, 3 de julho de 2010

Encerrado para obras

11 comentários:

LN disse...

Onde vais?

joaninha versus escaravelho disse...

Meditar.

LN disse...

Muito bem. Medita sobre «lugar». É o que ando a fazer, para trabalho.

joaninha versus escaravelho disse...

A minha meditação passa por outros lugares que não o "lugar". Apesar de lugar querer dizer muita coisa...

joaninha versus escaravelho disse...

E ainda bem que é do teu agrado.

LN disse...

O «lugar» é tudo. :)
É a questão filosófica mais profunda das profundezas do profundo.

joaninha versus escaravelho disse...

Pois sim... mas eu sou uma pessoa muito superficial.

LN disse...

Somos todos. :)

É uma questão de trabalho. Pensar dá trabalho, pensar bem dá muito trabalho. Mas depois desse trabalho, voltamos todos ao normal, à superfície... não se pode estar sempre mergulhado. Falta o ar, os afectos, até a inteligência começa a faltar, com a obsessão... Trabalho, é a palavra.

joaninha versus escaravelho disse...

Chegaste lá! Trabalho é o que eu tenho nas mãos e pela frente e por isso este blog está encerrado a aprtir de agora também para os comentários.
Trabalho é o que se impõe!

LN disse...

!

joaninha versus escaravelho disse...

Vocês homens andam com a paranóia de terem que ser os últimos a falar, não? :/